A fantasia da mulher lésbica

Antes de tudo devemos distinguir dois tipos de mulheres homossexuais: as que se afirmam muito cedo — a partir da idade de 12-13 anos —, que não mudarão e jamais conhecerão a heterossexualidade; e depois aquelas que, ao contrário, foram primeiro heterossexuais, depois lésbicas durante um período de sua vida, para reencontrar às vezes a heterossexualidade. 

As primeiras são mulheres de aparência masculina que jamais tiveram relações heterossexuais e mantêm uma profunda aversão por qualquer detentor de pênis. Têm horror do homem tal como o imaginam: obsceno, brutal, desprezível, covarde e fanfarrão. Mas é preciso compreender que sua rejeição do homem não é uma rejeição da virilidade. Ao contrário, idealizam a virilidade e dela se apropriam. Vivenciam-se na pele de um ser viril depurado, perfeito, desprovido de todos os defeitos do gênero masculino  e bem superior ao homem comum. Esse ser ideal com o qual se identificam é na verdade uma figura híbrida composta de uma parte masculina e uma parte materna. É uma estranha mãe masculinizada, protetora e iniciadora. 


Pode-se considerar que essas mulheres viris estruturam sua vida amorosa de acordo com uma cena inconsciente em que desempenham o papel de mãe masculinizada, fazendo com que sua protegida desempenhe o papel complementar de uma menininha de olhos dolentes, sólida e ternamente amada. Justamente, o outro modo de homossexualidade de tipo feminino que alguém poderia qualificar corresponde àquelas que se deixam iniciar na volúpia de um amor sem pênis. Trata-se de mulheres que viveram experiências heterossexuais, casadas o mais freqüentemente, algumas vezes com filhos, que, decepcionadas por um homem, se apaixonam violentamente por uma parceira ao mesmo tempo forte e doce, adornada de todas as virtudes masculinas e maternas. Se a paixão se extinguir, freqüentemente essas homossexuais se invertem e se comprometem com um homem. 
Poderíamos então distinguir dois gêneros de homossexuais lésbicas: as de tipo masculino, que se identificam com um homem assexuado e materno; e as de tipo feminino , que se identificam com uma menininha apaixonada. Apesar de sua reciprocidade, essas duas categorias de mulheres nem sempre formam um casal. Muitas relações homossexuais estão fundadas em motivações mais complexas e sutis. 



Assim sendo, o que me surpreende mais no laço amoroso entre mulheres é que ele se ata com uma ternura infinita, uma nostalgia e uma mútua fragilidade. Enquanto dois homens se unem em torno do sexo erigido, duas mulheres se amam em torno de uma falta e saboreiam, como tão bem escreveu Colette, “o amargo deleite de se sentirem semelhantes, insignificantes e esquecidas.”

Texto extraído integralmente de: NASIO, Juan-David. Um psicanalista do divã. Rio de Janeiro: J. Zahar, 2003. 150 p.




Portanto o que aqui consta  não significa necessariamente ser a  minha opinião, mas por achar o texto interessante - não verdade absoluta, mas interessante, como um ponto de vista válido - resolvi publicá-lo. Espero que saibam degustá-lo.

38 comentários:

  1. Nao é bem assim, conheco situacoes da maneira contraria.. e quando voces dizem de mulheres "primeiro foram heterossexuais" é equivocado, pois ninguem se torna gay, se nasce assim; a diferenca é que algumas pessoas assumem depois. exemplo: um homem que sente atracao por homens (apenas) que casa com mulheres nao faz dele hetero, nem mesmo "bi"; a definicao vem da atracao, nao do ato.

    ResponderExcluir
  2. Explica, mas não faz parecer bonito ainda assim. Tenho uma tia lésbica que 'virou' depois de pegar o noivo na cama com outro homem. Todos nós sempre a respeitamos e ela e suas companheiras de igual modo, mas de fato não acho que seja algo para ser cantado em prosa e verso. Respeito sim, mas sem exaltação. Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Não concordo com tudo, embora em parte há razão...

    Mais em....

    www.pitaconocotidiano.blogspot.com

    Abs

    ResponderExcluir
  4. Não concordo com alguns pontos. Principalmente, o fato de uma mulher ser lésbica por ter se decepcionado com algum homem. Eu sou lésbica assumida, do tipo "feminina" e ainda assim, nunca tive decepção nenhuma com homem nenhum. Pelo contrário, todos foram compreensíveis comigo. A questão é de atração. E outra coisa, "mantêm uma profunda aversão por qualquer detentor de pênis. Têm horror do homem tal como o imaginam: obsceno, brutal, desprezível, covarde e fanfarrão." Não sei de onde você tirou isso. Você está generalizando e estereotipando nós lésbicas a partir de que? Se lutamos tanto contra o preconceito, que sentido isso tem?

    ResponderExcluir
  5. Concordo com a Caroline ... e tbm exite as bis .. que é o meu caso .. nao é por desilusão com homens .. é uma questão de atração .. e se nasce assim .. nao tem essa de virar lésbica ou virar bi .. se vc nasceu assim sempre teve atração e sempre terá.

    ResponderExcluir
  6. Quer comprar perfumes importados e pagar preço baixo por isso?
    Miami perfumes tem os melhores contratipos...
    Inspirados em marcas de perfumes famosas...
    Temos mais de 500 fragrâncias.
    Tudo a Pronta entrega..
    Carolina Herrera -Armani - Animale entre outras.
    Apenas R$ 65,00 o perfume....
    Promoção 3 perfumes por R$ 100,00
    Frete Grátis para todo o Brasil...
    Entre e confira nossos produtos ja enviado...
    Parcele nos cartões de crédito...
    Pague com PAGAMENTO DIGITAL 100% SEGURO...
    ACESSE : www.miamiperfumes.cjb.net ou www.lojamais.com.br/miamiperfumes

    ResponderExcluir
  7. Eu sou hétero, mas até onde sei tem um cadim bão de bobeira escrito aí, hein?! Que eu saiba, vc nasce gay, assim como nasce hétero. Não é coisa que te ensinam, nem acho que tenha botãozinho de liga e desliga assim não.

    ResponderExcluir
  8. www.dpereiraimportados.com
    Quer Perfumes importados com preço baixíssimo??
    Apenas R$ 55,00
    Promoção 3 perfumes por R$ 100,00
    Frete Grátis para todo o Brasil...
    BONÉS R$ 60,00 COM FRETE GRÁTIS
    CONFIRA : www.dpereiraimportados.com
    ÓCULOS, RELÓGIOS, BOLSAS, INSTRUMENTOS...

    ResponderExcluir
  9. é tanta gente que se sente inteligente o bastante p escrever, do realmente as lesbicas gostam. uheuheuheuheuheuhe
    cala a maldita boooooca!
    se uma mulher esta com outra mulher, não é obvio que ela gosta de mulher? então deixa eu te ajuda, 'o santa ignorância' lesbicas gostam de mulher, ta claro ou você prefere um desenho, de acordo com o seu raciocínio acredito que vc prefira o desenho, mas deixa para a próxima, é muito conteúdo para sua lenta atividade cerebral

    eu mereço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. gostei dessa liçao de moraral

      Excluir
  10. Meu querido, não existe dois tipos de lésbica, assim como não existe dois tipos de héteros. O que acontece entre mulheres é muito simples, valorizamos as pessoas e muitas vezes nossa atração vem de um afeto, de uma admiração, de um carinho, que se pode se sentir por ambos os sexos. homens já são mais visuais, por isso, normalmente, acabam sendo mais convictos em suas relações. Já nós meninas, somos carinhosas e próximas de nossas amigas desde a infância e isso pode sim gerar uma atração, seja vc lésbica ou não... e não é que é uma FASE e sim uma PESSOA que te conquistou.. isso pode evoluir para amor e vc pode acabar ficando pra sempre com uma menina, isso nao tem NADA A VER com decepção com homens. Eu sempre namorei homens e fui muito feliz com eles, não tenho do que reclamar e nesse momento estou perdidamente apaixonada por uma menina. Isso não me faz menos hétero. Não sinto falta nenhuma de homem, mas pq estou plenamente satisfeita com ela. Não existe TIPOS de lesbica, esteriotipar é sempre errado. somos humanos com milhoes de sentimentos e tudo é mto mais complexo do que esse textinho BANAL.

    ResponderExcluir
  11. Lu Tony Zé Barbie Troll24 fevereiro, 2012

    Qualapergunta??? =P

    ResponderExcluir
  12. nao generaliza. a maioria das vezes não é o caso!

    ResponderExcluir
  13. Quaaanta besteira junta
    mto mto generalizado...como se só existissem os esteriótipos
    Concordo mto com a Cris.
    No meu caso, embora os homens tenham sido suuuper legais comigo e tals, eu não era feliz com um =].

    ResponderExcluir
  14. Assumi ser lésbica aos sete anos de idade, portanto, devo eu ser uma anomalia no mundo lésbico? Afinal, não foi por decepção amorosa, e não sou sequer masculina, ao contrário, muito feminina. Os homens sempre foram respeitosos e respeitados por minha pessoa, assim não os vejo como desprezíveis. Gosto de mulheres desde sempre, e não tenho atração por homens, simples assim. E como falar de não gostar de tomates sem ao menos experimentá-los? Saiba que sim, já experimentados e comprovados. Enfim, eis que surge um terceiro tipo na categoria.

    ResponderExcluir
  15. Eu acho q ah realmente um pequeno numero de gays q nascem assim, mas mesmo assim a ciencia ainda não confirma nada! Agente tem q lembrar q o homen é produto do meio e por isso muitas vezes os gays sao feitos assim como por exemplo; experiencias homosexuais na infancia é por isso q a homossexualidade esta tão associada a pedofilia!! enfim, como falei, o homen é produto do meio. Eu os respeito é claro, mas jamais poderao ser modelo de exemplo pra sociedade uma vez q a tendencia da sociedade e crescer e não se ah procriacao em relacionamentos gays...

    ResponderExcluir
  16. Saldade do Layout antigo do Ocioso, então venha revelo AQUI ;)

    ResponderExcluir
  17. Sou lésbica e nunca vi tanta bobagem. A pessoa que escreveu isso deve ter tido duas amigas lésbicas que se encaixaram nas duas categorias e então acha que é assim pra todas.

    ResponderExcluir
  18. De qualquer forma, sempre serão pessoas com problemas afetivos e distúrbios emocionais.Para quem duvida, são as campeãs em consumo de anti-depressivos.Nunca se aceitam e acabam pirando, seja de solidão ou de ciúmes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. como vcs podem ser retardados cada um escolhe o que quer ser da vida entao cada um vai vaze isso e prara de da palpite

      Excluir
  19. Isso realmente é uma completa generalização, e das mais rústicas. Somos seres humanos, não podemos nos encaixar em um objeto de estudo. A sexualidade não pode ser cientifizada. Existem bilhões de pessoas no planeta, rotulá-las em apenas duas "categorias", como foi feito no texto é uma coisa grotesca...

    ResponderExcluir
  20. Aonde da descarga? por que ler tanta merda em um unico texto. Gente quem é o ou a autora deste texto, sou lesbica desde os 12 sou hiper feminina namoro uma menina mais feminina que eu, nunca tive relçaõ hetero. e não me lembro de ter lido tanta sandiz em um unico texto.

    ResponderExcluir
  21. Escrevestes exatamente o que todos têm medo de falar. Ótimo o texto, falou exatamente o que se acontece na vida real, não adianta pregarem ao contrário, pois essa é a realidade vivida e sentida, muitas lésbicas têm total aversão aos homens, falo isso por ter passado na pele, de todas as que eu conheci, 90% nunca foram com minha cara pelo simples fato de eu ser homem. E ainda digo mais, elas próprias explanaram isso, me chamaram de coisas que eu nunca fui simplesmente por eu ser heterossexual. A Heterofobia EXISTE, mas é jogada de lado, e apenas a homofobia prevalece como algo ruim.

    A maior parte dos comentários aqui, mostram que seu texto doeu bem fundo, pois falou a VERDADE, e como todos sabem NINGUÉM gosta quando falam a verdade nua e crua. Parabéns!

    ResponderExcluir
  22. Texto completamente esteriotipado

    lógico que existem vários casos assim, mas com certeza existem várias mulheres que são lésbicas,femininas, e que respeitam os homens, sem essas frescuras ditas no texto.

    e como sempre, talvez a sua amiga seja e você nem saiba

    ResponderExcluir
  23. Desculpa, mas nunca li tanta bobagem num texto só.
    Sei lá, sei que não é necessariamente sua opinião, mas pense antes de divulgar tamanha besteira.

    ResponderExcluir
  24. Pra mim, lesbianismo é falta de homem... Simples assim.

    ResponderExcluir
  25. lesbianismo, é que o primeiro encontro não obtiveram um homem de verdade que soubesse dar um trato, macho de pegada.aí ficam inibida. infelismente a molecada tá como pato.não sabe fazer a brasa pegar fogo.

    ResponderExcluir
  26. Achei o post limitado como todo mundo, mas discordo de uma coisa que a maioria afirmou.
    Acredito que todo ser humano, hetero ou gay vive uma espécie de arquétipo. Como todos disseram não são apenas 2 isso é generalizar, mas somos todos mais parecidos e encaixados em padrões do que imaginamos.

    ResponderExcluir
  27. Que post HORRÍVEL!
    É quase como se eu dissesse que o imbecil que escreveu isso pegou a mulher na cama com outra mina. Talvez isso explique a total ignorância no assunto!

    ResponderExcluir
  28. Ninguém merece essas pessoas comentando, o texto é SUPER inteligente e filosofado. O problema é que a verdade dói né gente? Aí ficam nesses comentários estúpidos, o texto tá ótimo, e não faz nada mais do que: dizer a verdade NUA e CRUA! Gentinha ignorante viu, porque não assumem de uma vez!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu Deus já não basta o texto ser horrível ainda um ser totalmente alienado me faz um comentário "verdade nua e crua"...rsrsr tenho que rir pois vc não intende nada de amor, de paixão, tesão... que são coisas muito diferente de "tipos", bom mais cada qual com seu cada qual só diria não julgue hoje para não ser julgado amanhã amanhã vc pode ter um filho gay uma filha lésbica e ai como vai ser??? ou vou mais longe talvez vc seja uma enrustida (o) que morre de vontade de experimentar e ai fica mandando os outros se assumirem. # nada supera o fracasso pessoal!

      Excluir
  29. Eu li todos os comentários, pensei um muito sobre isso mas ainda tenho uma dúvida: Se o universo da sexoalidade feminina é tão plural, isso significa que uma mulher de aparência masculina pode ser Bi-sexoal? alguén aqui, já conheceu uma mulher, com este tipo de sexoalidade?

    ResponderExcluir
  30. Eu particularmente penso que não é necessariamente os trejeitos mais masculinos ou mais femininos de um ou de outro que vai nos mostrar se ele é ou não gay ou bissexual. O que vai definir é se a pessoa se sente atraída ou não por alguém do mesmo sexo. Então uma mulher pode andar como homem, falar como homem, se vestir como homem e nem por isso ser bi ou sapatão.

    ResponderExcluir
  31. Essa é a coisa mais estúpida e sem fundação que eu já lí. Homem contando pra LÉSBICAS a verdade "nua e crua" sobre lesbianismo? Quer saber mais de realeza do que o rei? Poupe-me, quanta ignorância. Escreve sobre o que sabe, e se for falar do que não conhece - não me venha com "verdades e fatos", pois não há nada mais ridículo que isso. Essa coisa de lésbica ser assim pois se desiludiu com homem e pode voltar a ficar com homens mais tarde é uma teoria muito furada e me cheira a "ego ferido" de quem não consegue se conformar com o fato de que uma lésbica bonita e feminina simplesmente não gosta de homens e pênis. Lésbica é alguém que gosta de mulheres e apenas mulheres - ponto final. Caso contrário é bissexual. Vem um homem querer contar pra lésbicas o que é ser lésbica e ainda espera ter sua "opinião" respeitada? Faça-me o favor e se mantenha longe do computador antes de falar essas besteiras.

    ResponderExcluir
  32. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  33. Porque as pessoas tem essa necessidade de rotular todo mundo? Gay, hétero, bi....não importa!! As pessoas são sexuais e somente isso! A diversidade da sexualidade humana é tão imensa e tão natural!! Tirando a homofobia, necrofilia e zoofilia, que na minha ignorante opinião são doenças, o resto é humano. Simples assim!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um dia a homossexualidade também já foi considerada doença Wal. Atualmente a pedofilia é considerada distúrbio psicológico em algumas culturas e em outras crianças de 8 anos se casam. Você não acha que, sob essa ótica, tudo pode ser considerado convenções sociais?

      Excluir
  34. Lesbica é lesbica ! Não existe dois tipos e etc ... Pra ser lesbica tu tem q gostar de mulher e de mulher e ponto !

    ResponderExcluir

Curta essa também!