Judas Iscariotes: Motivo de ódio ou compaixão?


     Todos nós conhecemos a sombria história de Judas Iscariotes, que com um beijo na face de Jesus entregou-o para os soldados romanos. Ao saber que Jesus foi condenado (por sua culpa?) procurou o alívio mais rápido possível pra sua culpa, que foi o suicídio. Com este texto a seguir quero levar-lhes à reflexão sobre todo o cenário da morte de Jesus, a salvação do Mundo e a participação direta de Judas neste processo.  Conheça os mistérios que você pode nunca ter pensado sobre eles:
________________________________________________

      Se Judas não tivesse traído Jesus, ele poderia não teria morrido e consequentemente não teria salvado a humanidade. Observando por esta ótica, Judas é parte fundamental do plano da salvação. Como um dos colaboradores para a execução do plano da salvação, ele deveria ser motivo de ódio ou de compaixão?

      Sempre quando se fala em Judas, a primeira palavra que vem à mente é traição. Isso se deve à passagem bíblica onde fala que Judas traiu Jesus por trinta peças de prata com um beijo na face. Judas disse que daria o sinal para os soldados romanos por 30 moedas de prata. Então hipocritamente aproximou-se de Jesus e o beijou, entregando Jesus para seu sofrimento.

      Mas existe o outro lado da moeda. Se Judas não traisse Jesus, os soldados romanos não teriam o pegado? Se isso não tivesse acontecido, Jesus poderia não ter morrido e não salvado a humanidade. Logo, observando por essa perspectiva, Judas é indiretamente responsável pela salvação da humanidade, já que ele “empurrou” Jesus para a morte, e a morte de Jesus significa a salvação do mundo.

      Mas isso não acaba por aí. Os soldados romanos pegariam Jesus de qualquer maneira: Jesus veio na terra pra isso, e sabia do seu destino. Judas apenas se deixou levar pela ganância e pelo “calor da emoção”. Devemos tomar cuidado pra não nos deixar ser levados pelas ofertas que nos surgem, muitas vezes pouco nos é dado pra muito perdermos lá na frente. É a chamada “bandeja do inimigo”, que parece apetitosa inicialmente, mas quando se vê seu sabor é amargo e suas consequencias são desastrosas. Não devemos odiar Judas pelo que ele fez, pois todo mundo erra e merece compaixão e acima de tudo perdão. Ele foi precipitado em pecar e mais precipitado ainda em buscar alívio para a sua tensão. O inimigo cerca a todo instante e procura nos mínimos detalhes nos desviar do nosso foco. Vai em cima da maior fraqueza da pessoa (pode ser dinheiro, mulher, fama, etc.) e a seduz com promessas a príncípio muito atrativas, mas completamente vãs e fúteis.

      Judas Iscariotes, nada mais do que um ser humano qualquer. Odiá-lo? Jamais. Todos nós estamos vulneráveis ao erro, erros às vezes muito piores que o dele. Vamos buscar amar o próximo, deixar de julgálo e cuidar para que não caiamos em tentação.


Links Relacionados:

Pensador livre: Judas, se quisesse teria escolha?

Juraci Rebouças: Judas Iscariotes

26 comentários:

  1. Todo mundo pode dizer sim ou não pra qualquer coisa, todo mundo pode escolher seu futuro. Judas pecou, mas não se arrependeu. A palavra diz que ele suicidou depois de ter traído o mestre. Jesus ia morrer de qualquer jeito, então eu acho que Judas não faz parte do plano da salvação, só adiantou o que era inevitável.

    ResponderExcluir
  2. Nunca tinha pensado nisso desse jeito. Na verdade todo mundo erra e todo mundo merece compaixão. Mas fiquei com isso na cabeça agora. Judas não merece todo o ódio desse povo, e é isso que o diabo quer, desviar o ódio que era pra ser pra ele, todo pra Judas.

    ResponderExcluir
  3. Judas não foi abrigado a fazer o que fez, a questão é que alguém teria que fazer. Judas apenas foi aquele que cedeu à tentação maligna, mas poderia ter sido outra pessoa também. O fato (a traição) era obrigatório acontecer, mas o responsável pela traição não havia sido determinado, poderia ser qualquer um.

    Obrigado pela visita e o comentário em meu blog.

    Um forte abraço,

    Graça e paz.

    ResponderExcluir
  4. Valeu Bill...

    Na verdade ninguém é obrigado a nada, não é mesmo? Caiu, não conseguiu levantar e se matou. Poderia ser qualquer um.

    Obrigado pelo comentário. Visite outras páginas do blog e comente também.

    ResponderExcluir
  5. Verdade, muitos estão perdendo muito, pra ganhar tão pouco, mais tão pouco!
    Realmente, Judas sempre é visto como o traidor, não cabe a nós julgar a ele, nem a ninguem, o acusador é o diabo!

    Sò Deus pode nos julgar! Amem.....

    Deus abençoe vc vaso.

    ResponderExcluir
  6. Não acredito em Judas como um traidor. Nem como ganancioso, ou pecador que foi tentado.
    Toda essa história de traição é muito conflitante na biblia. Nenhum apostolo fala a mesma coisa que o outro, tem muito conflito de fatos.

    Existem duas teorias que me fazem mais sentido.
    Uma é a de que Judas queria arranjar mais seguidores pra Jesus e imaginou que se tentassem condenar Jesus ele faria um milagre na frente dos mestres da lei e assim ninguém conseguiria nega-lo.
    Outra (que eu acho mais aceitável) é a de que Jesus mandou Judas entrega-lo para cumprir-se as escrituras.
    Nesse caso o único pecado de Judas é o de não ter tido fé ao ver seu senhor ser condenado.

    Essa de que Judas foi tomado por um demonio não faz sentido, ja que o demonio não iria querer que a salvação da humanidade chegassse. Ele iria querer mais tempo pra tentar corromper Jesus.
    Essa de demonio só funciona se Deus e o diabo não forem inimigos.

    ResponderExcluir
  7. Concordo com você em parte. É fato que na bíblia cada apóstolo que escreveu um livro teve uma visão diferente dos fatos, um ponto de vista um tanto subjetivo. Demônio no corpo de Judas está totalmente fora de questão. A questão principal é a tentação que Judas cedeu, ou seja, se vendeu por apenas trinta moedas.

    Nunca tinha ouvido essas duas teorias, mas é sempre bom aprender mais.

    Abraços...

    ResponderExcluir
  8. Sei lá....A simples tentação das trinta moedas também não me faz muito sentido. =o
    Já que quem cuidava do dinheiro do grupo era o próprio Judas.
    Ele ja teria demonstrado ganancia antes. Ou teria roubado o dinheiro usado nas peregrinações.
    Além do mais, os outros apóstolos não confiariam suas bolsas de moeda a alguém que eles não julgassem ter carater e responsabilidade. Jesus poderia até confiar pra dar uma lição de moral, ou para vencer a tentação, sei lá .....mas os outros apóstolos não.

    ResponderExcluir
  9. O que eu acho engraçado nessa estória de judas, é que Jesus fazia mega-eventos, mas nenhum guarda romano conhecia ele.

    ResponderExcluir
  10. Quando Jesus morreu nos salvou de quê? Do godzilla? Da bomba atomica? Da rebecca black? E o Carlos tem razão, o cara era mais conhecido na epoca que a madonna é hoje e o tal do judas tinha que mostrar que era pois ninguém sabia? Só o que tem sido feito em nome dele é o enriquecimento de pastores e igrejas, o resto é ilusão de ótica...

    ResponderExcluir
  11. Nos salvou do jugo do pecado, ora essa. Se você não acredita, respeite quem acredita. Ele era muito conhecido sim, mas na época não existia out-door, tv, internet, nem fotografia. A maioria das pessoas o conheciam por ter ouvido falar e não por que o viam todos os dias como acontece hoje em dia. Não é que ninguém sabia. O beijo de Judas foi uma confirmação de que aquele era Jesus. Pelos relatos históricos, Jesus tinha o rosto muito comum, que não chamava a atenção. Logo poderia ser confundido com outra pessoa.

    Nem sei por que estou discutindo isso, a questão do texto nem é essa. A questão é se Judas não tivesse traído Jesus o que aconteceria?

    ResponderExcluir
  12. Ilusão de ótica? esse anônimo não sabe o que fala. rs...Se quer defender os seus pensamentos, seja coerênte. Jesus está aí pra quem o quiser. Ninguém está forçando qualquer pessoa a pensarmos igualmente, mas que haja respeito entre as opiniões. Mesmo assim gostaria de dizer, que Jesus te ama independente do que você diga sobre ele, pois se até Judas que esteve com ele e foi seu amigo, o traiu, quanto mais você que ainda não o conhece...Quando você encontrar com Ele, ao menos nunca poderá dizer que nunca te falaram sobre o que ele fez por você. Pense nisso, ainda há tempo de viver uma vida de liberdade verdadeira e de paz no coração. Só ele pode fazer isso por você. Ele aceita o pecador como é, e depois disso somos transformados pra melhor. Guarde o seu dinheiro pra você, pois, não se dá dinheiro a pastores. Pena você ser tão incoerênte e desrespeitoso com a fé das pessoas. O dízimo está na bíblia e até os católicos o dão, como também os judeus. E se você quer saber, o vaticano tem dinheiro pra sanar a fome da África duas vezes, no entanto eles continuam comprando roupas com fios de ouro para os papas. Então, antes de você falar, olhe a sua volta. Existe injustiça em todos os lugares, e nós não devemos julgar e sim esperar a justiça de Deus. Se você dá o dízimo e pessoas fazem algo errado com ele, seja papa ou pastor, você não deixará de ser abençoado por isso. Apenas a consequência cairá sobre a vida do lider espiritual. Falo daquilo que Jesus fez na minha vida, e não posso me calar diante de tanto desconhecimento de causa da sua parte. Que Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
  13. Agora respondendo ao Odacyr, se Judas não tivesse traído a Jesus,ele morreria da mesma forma, pois a bíblia diz que ELE a si mesmo se entregou e ninguém o obrigou a isso. Então fica a dica aí amado, o plano da salvação aconteceria de uma forma ou de outra! Parou pra pensar nisso? Abração!

    ResponderExcluir
  14. É certo que o plano aconteceria de qualquer maneira, mesmo que não pelas mãos de Judas, por que Deus nos ama e sabe o que faz, e eu creio nisso.

    Mas, a pulga que sempre fica atrás da orelha é que, de acordo com as profecias do antigo testamento, Judas já estava, digamos, "encarregado" de entregar Jesus. Mas se ele resistisse à tentação (é claro que ele não resistiria, pois Deus conhece todos nós melhor que nós mesmos), como que ´que ficaria a história?

    Os soldados certamente pegaria Jesus de qualquer maneira. Dessa maneira eu vejo que Judas foi apenas um facilitador, um mediador mais ágil, portanto não merece nosso ódio.

    ResponderExcluir
  15. riariariaira malditos hereges .

    ResponderExcluir
  16. A Marilia deve ser evangelica... ta querendo livrar a cara dos pastores...

    ResponderExcluir
  17. A história do ocultismo narra que Cristo ordenou Judas, o tesoureiro do grupo dos essênios, a entregá-lo, para que se cumprisse o que era prometido - retornar em vida após 3 dias.

    ResponderExcluir
  18. Quanto a ocultismos eu estou por fora (aliás nem me interesso saber). Possíveis teorias que distorcem a realidade dos fatos só servem pra causar digressão no rumo da discussão, apesar de ser bem-vinda quando o assunto for ocultismo.

    ResponderExcluir
  19. Não creio que devemos ter compaixão por Judas, apenas pena, afinal, se for assim, também haveriam de ter compaixão pela serpente que disse para a Eva comer do fruto proibido? Afinal, se não fosse ela provavelmente não teriamos nascido.

    Kalhysha disse sobre o anjo caído trabalhar junto a Deus, não entendo muito sobre o anjo caído, e como ele caíu e tal, mas em algumas passagens da bíblia, seu nome é citado e Deus o comandando, não me recordo a história, mas lembro que ele disse para Deus que podia enganar o rei lá, então ele fez os profetas dizerem falsos oráculos, ai o outro rei lá, perguntou se tinha outro profeta além daqueles, e o rei do lugar disse que tinha, porém só profetizava coisas ruins, ai chamaram o profeta, e esse disse que era para eles não guerrearem, que o oráculo deles estava errado, e ele contou isso para os reis lá, bem, é isso que me lembro.

    Bem, só mostrei uma opinião diferente, apesar de eu acreditar que os dois sejam 'inimigos'.

    ResponderExcluir
  20. Mas a Serpente é o diabo, e Judas é um ser humano, igual a nós.

    Quanto a seu ponto de vista, achei-o bem interessante. Na verdade nunca tinha ouvido essa versão da história. A versão que eu conhecia era que o "anjo caído", ou seja, Satanás, foi expulso do céu por que quis ser igual a Deus, ele queria adoração. E com ele foi uma terça parte dos anjos. Só isso.

    Mas é sempre bom saber. Os mistérios todos só serão revelados quando estivermos com Deus!

    Abração Alexandre!

    ResponderExcluir
  21. É, na Bíblia diz que o espirito esta com esse nome por ser um 'espião' ou algo assim e não por ser o próprio, ou seja, a representação do mau. Porém, isso foi escrito muito depois, só Deus e o profeta que teve a visão podem realmente dizer o que é, além de todo o céu.

    Fico feliz por ter achando meu ponto de vista interessante, embora seja apenas uma teoria com alguns fundamentos, provável que eu monte um blog contendo diversas teorias minhas, e se me permite dizer, são bem interessantes.

    O e-mail do seu blog é o mesmo do msn? Se for, eu ja add aqui, agente conversa um pouco. Se não, me passe seu msn :P

    Obrigado. (:

    ResponderExcluir
  22. É sempre bom escrever aquilo que a gente pensa. Um blog abre espaço para o debate de tudo aquilo que talvez não seja possível debater com as pessoas do seu convívio. E o e-mail é o mesmo sim.

    ResponderExcluir
  23. "Essa de que Judas foi tomado por um demonio não faz sentido, ja que o demonio não iria querer que a salvação da humanidade chegassse. Ele iria querer mais tempo pra tentar corromper Jesus.
    Essa de demonio só funciona se Deus e o diabo não forem inimigos."

    Veja Evangelho segundo São Lucas, 22, segundo ele, foi o Anjo Caído que fez o Judas traír.

    Talvez o Anjo Caido não soubesse que era essa a missão de Jesus, ou então, ele achasse melhor Jesus morto do que vivo, pois vivo ele seria uma ameaça ao domínio dele.

    ResponderExcluir
  24. O demônio não iria perder seu tempo com coisas desse tipo, já que ele sabia que a morte de Jesus seria o início da sua "Grande Derrota". Da mesma forma, por que ele iria se preocupar em fazer uma coisa que as profecias disseram que iria acontecer?

    Por outro lado a bíblia diz que "Entrou, porém, Satanás em Judas, que tinha por sobrenome Iscariotes, o qual era do número dos doze."

    Pode ser que este Satanás seja a visão do escritor (Lucas) na época. Assim como hoje, temos a mania de dizer que o demônio fez alguma coisa quando na verdade foi a proópria fraqueza da pessoa que a leva a cometer tais atos.

    Eu falei sobre isso em "Quer dizer agora que a culpa é do demônio?"

    http://estereotipodaperfeicao.blogspot.com/2011/08/quer-dizer-que-culpa-e-do-demonio-e-o.html


    São as interpretações do autor ou apenas simbologia.

    ResponderExcluir
  25. Provável que ele ja soubesse, mas ele ficaria pior ainda se Jesus continuasse vivo, afinal, ele poderia libertar todos de sistemas opressores e ai ele não dominaria mais nada, talvez ele tenha escolhio a opção 'menos pior' para ele. '-'

    ResponderExcluir
  26. Jesus nao morreu pra nos salvar, pois se foi isso mesmo podemos pecar, que ja estamos salvos mesmos, pois se a salvaçao é so por meio de cristo, como explicar que o pobre estava no seio de abraao. tentaram divinizar jesus com interpolaçoes e profecias falsas. pra justificar o que nao é justificavel.

    ResponderExcluir

Curta essa também!